Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on LinkedIn
Share on pinterest
Share on Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

The Racing Factory enfrenta desafio Europeu… em Portugal

  • Pedro Almeida prevê rali exigente em segunda aventura europeia
  • Aloísio Monteiro faz a sua estreia esta temporada no FIA ERC

É já no próximo fim-de-semana que a The Racing Factory volta ao Campeonato da Europa de Ralis, participando na ronda portuguesa da competição, o Rally Fafe Montelongo, onde conta com dois pilotos inscritos: Aloísio Monteiro (Skoda Fabia R5 – ERC1) e Pedro Almeida (Peugeot 208 Rally 4 – ERC3 Junior).

O pós-confinamento tornou-se numa temporada ‘non stop’ para a equipa de Santa Maria da Feira que, fim-de-semana após fim-de-semana tem deslocado meios humanos e técnicos para diversas zonas do país de forma a dar resposta aos seus clientes. Os resultados tem sido positivos, como comprova a vitória de Miguel Nunes no passado fim-de-semana no Rally da Ribeira Brava, terceira ronda do Campeonato da Madeira de Ralis. Este fim-de-semana, a The Racing Factory muda-se de malas e bagagens para Fafe, onde o jovem Pedro Almeida, a competir no ERC3 Junior, que regressa ao Europeu depois de ter participado no Rally de Roma Capitale, contará com a companhia do piloto e CEO da equipa, Aloísio Monteiro, em Skoda Fabia R5, que faz a sua estreia no FIA ERC 2020.

O Team Manager da equipa de Santa Maria da Feira, Justino Reis, admite que as últimas semanas tem sido muito produtivas e que neste fim-de-semana a ambição da equipa é manter a toada positiva. “É um orgulho para a The Racing Factory manter esta aposta a nível Europeu e competir, lado a lado, com os melhores pilotos e equipas da Europa. Este rali é extremamente longo, quando comparado com os do Campeonato Nacional, o que acaba por ser positivo para a nossa equipa técnica que terá pela frente um desafio interessante, de forma a estar mais preparada para o que resta da temporada. O nosso foco é fazer com que os nossos pilotos tenham condições para obter bons resultados, dentro dos seus objetivos individuais, mantendo a toada positiva que temos conseguido nas provas em que participamos”, esclareceu Justino Reis.

Para Pedro Almeida, “o objetivo é andar rápido e próximos dos melhores e mais experientes pilotos do ERC Junior, testar o nível competitivo e melhorar o ritmo ao segundo por quilómetro. É esta determinação que levamos e o desafio que temos pela frente, para um rally muito exigente pela quilometragem, pela sequência de classificativas e pela rapidez do traçado”, explicou o piloto de Vila Nova de Famalicão.

Já Aloísio Monteiro, que regressa ao FIA ERC mais de um ano depois da sua participação no Barum Rally Czech 2019, mostra-se “naturalmente satisfeito por regressar à competição, principalmente por o fazermos no nosso país. Esta é uma prova nova o que acaba por ser positivo para quem vem de um período de paragem tão longo, como é o nosso caso. Ainda assim, vamos trabalhar para conseguir um resultado positivo, que orgulhe o nosso público”, explicou o piloto que tinha agendado para 2020 a participação no Azores Rally e Barum Rally Czech, que acabaram cancelados devido ao Covid-19.

O Rally Fafe Montelongo vai para a estrada entre os dias 2 e 4 de Outubro e conta com mais de 535km de extensão total, dos quais 181.44 cronometrados, divididos por 18 especiais de classificação. A prova contará, como habitualmente, com transmissão na Eurosport e Facebook do FIA ERC.

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter
Share on linkedin
Share on LinkedIn
Share on pinterest
Share on Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp